[1]
A. R. Mastroléa, «O Mundo do trabalho individualizado: o home office como opção laboral para lésbicas e gays em tempos de consolidação das tecnologias digitais na concepção cultural», RTO, vol. 7, n.º 1, pp. 90-119, nov. 2019.